Minha vida em 10 músicas

Acho que nesse processo final do mestrado a coisa que mais tenho feito é ouvir música, então posso dizer que fiquei animada quando a Ingrid, do Gosto de Canela, me marcou nessa tag.

E eu gostei do tema porque certamente as épocas da minha vida são todas marcadas por músicas – a Lívia que o diga, haha. Adoro essa sensação de ouvir alguma música e lembrar de uma fase boa! É uma pena que a gente lembre das ruins também, haha!

Uma música que te lembre um momento bom

A tag já começa de cara super difícil. Tem tanta, mas tanta música que me lembre um tempo bom!

Depois de horas (mesmo!) pensando, resolvi colocar essa dos Los Piojos porque conheci durante o intercâmbio que fiz com o Dudu pra Argentina e acabou sendo nossa trilha de viagem. Dias bons que mudaram minha vida!

Uma música que defina a sua vida

Ok, eu acabei de fazer um post sobre a MØ, acabei de descobri-la, mas… ela fez a música da minha vida. Meu Last.fm não me deixa mentir, haha. Só queria poder dar um beijo nessa mulher e agradecer!

Uma música que te faz dançar na balada

Eu não sou muito de balada, mas descobri num show há dois anos atrás que quero dançar enlouquecidamente se toca The Black Keys ou The Killers!

Uma música que foi tema de algum relacionamento

Digamos que não tem uma música tema que abarque todos os anos, mas essa fez parte de um momento!

 Uma música que sempre te faz chorar

Essa foi difícil de responder porque acho que não tem uma música que me faça chorar sempre. Isso vai muito do momento. Pode ser que uma música super boba e alegre me deixe com vontade de chorar porque, sei lá, se relaciona com o que eu estou vivendo.

Mas essa versão do Ney Matogrosso de Poema é bonita demais, acho meio triste, meio melancólica.

Uma música que seria toque do seu celular

Essas duas músicas já foram toque do celular por muito tempo. Acho que nos últimos 3 ou 4 anos só usei essas. O inicinho delas é ótimo durava o tempo certo até eu atender e não ficar insuportável pra quem estivesse ouvindo ele tocar, haha. Mas Fidelity fez bastante sucesso, todo mundo gostava. Troquei de celular agora e ainda não coloquei uma nova. Preciso pensar sobre isso!

Uma música que você gostaria de tatuar

Então, eu tatuaria a música da minha vida que é a da MØ.

 

Uma música que te deixa com vontade de ficar com alguém

Gente, Nouvelle Vague <3 É trilha pra muitas coisas.

 

Uma música que você está viciada agora (ou, pagando a língua)

Então, uma confissão: eu não gostava da Lana del Rey de graça. Simplesmente não tinha ouvido nada e dizia que não gostava. Eis que começo a ouvir e eis que começo a gostar bastante. Ontem ouvi Ultraviolence pela primeira vez inteiro e é maravilhoso!
Sendo assim, foi a maior pagação de língua da minha história musical por isso resolvi adaptar a pergunta hahaha

Uma música que faz as pessoas lembrarem de você

Olha, eu não tenho totalmente certeza porque não me lembro de uma música que foi marcante assim pra outra pessoa, pelo menos não me lembro de alguém ter falado recentemente. Mas tenho uma pista de que Mobile deve fazer uma amiga lembrar de mim porque eu também lembro dela quando ouço, haha.

Fomos juntas no show da Avril aqui no Brasil em 2005 – meu primeiro grande show – e nessa época estávamos totalmente viciadas nas músicas dela. Só que na confusão do show, acabamos nos desencontrando. E eu fiquei totalmente enlouquecida quando ela tocou essa música porque a gente queria muito ouvir juntas. Então, eu fiquei numa muvuca chamando minha amiga e comemorando e ela em outra me chamando também, mas sem saber que a outra estava fazendo o mesmo, hahaha! Acho que virou “nossa música” na época.

*

É isso, tem mais mil músicas que poderiam ter sido citadas nessas categorias, mas de vez em quando é bom ser mais objetivo, haha!

Espero que tenham curtido!

Eu indico a Thamires, a Larissa, a Yule, a Kat e a Ju! <3

One lovely blog award

Então, sou muito desorganizada e preguiçosa para tags. Sempre deixo anotado quando me marcam em alguma e aí acabo esquecendo.

Masss, dessa vez a pressão foi enorme! A Thamires (Lunettes), a Raquel (Maionese) e a Brunna (Dobro da Metade), me indicaram e resolvi responder. A tag é bem interessante, já que pergunta sobre o blog e tal. Eu gostei de ler as respostas das outras pessoas porque acabamos conhecendo mais sobre quem escreve os blogs que a gente gosta, né? Mas sou chata, viu, sempre implico com as perguntas, haha! Enfim, vamos lá!

#1 Por que decidiu criar um blog e quando começou?

Bom, eu fiz um post basicamente falando sobre isso no dia do meu aniversário e convido vocês a lê-lo para terem uma noção mais completa da minha história.

Mas resolvi fazer um blog meio do nada em junho do ano passado. Sempre gostei muito de escrever – mais para mim do que para os outros – e por muito tempo fiquei pensando em ter um blog. E aí um dia fui lá e fiz e estou amando até hoje! Na verdade, nunca tive muita ideia do que ele seria. Eu tinha vontade de escrever sobre os filmes que eu assistia, sobre as coisas que eu gostava, enfim, dar vazão as minhas ideias e vontades de falar sobre o que eu via por aí. Um movimento bem egocêntrico mesmo, mas que tem me levado a lugares muito bons!

#2 Quais benefícios o blog te traz?

É estranho pensar em termos de benefício, não gostei dessa palavra, haha, mas enfim… Em primeiro lugar, tenho treinado bastante minha escrita, o que é ótimo. Meu processo de escrita é MUITO lento, minha dissertação que o diga, e com o blog tenho conseguido desembolar meus pensamentos mais facilmente.

Depois que entrei pra blogosfera, como dizem, também passei a olhar de outra forma para a internet. Confesso que me assustei com o mercadão que isso tudo se transformou e com esse fenômeno de youtubers que não para de crescer… enfim, acho que fiquei mais crítica e passei a selecionar melhor o que eu leio. Com a porcaria de coisas que encontramos por aí, acho que isso foi uma coisa boa que aconteceu comigo.

Mas, claro, o contrário também existe e o melhor de tudo foi ter conhecido pessoas tão queridas e blogs tão legais! A Thamires, por exemplo, do Lunettes, já virou amiga de whatsapp, a gente conta caso, fala da vida, desabafa hahaha Essa é a melhor parte, sem dúvidas!

#3 Qual é o post mais acessado?

Top 1 das galáxias: Dicas pra quem tem cabelo curto: lenços!

#4 Você usa as redes sociais?

Sim! Atualmente tenho usado mais o twitter e o instagram. As outras redes sociais estão no início dessa coluna aqui do lado.

#5 Como o blog tem evoluído?

Não gosto da ideia de evolução. Não sei onde o blog vai chegar, se ele tem que chegar em algum lugar e não fico criando nenhuma expectativa.

Gosto do que ele é hoje. No começo eu escrevia mais sobre filmes, músicas e assuntos aleatórios. Hoje o blog é sobre cinema, cartazes de filmes, marcadores de livros e chás, junto com outras coisas aleatórias que vão aparecendo.

Também estou numa fase ótima em que tenho leitores fiéis, hahaha, então a gente acaba desenvolvendo uma relação legal. A gente conversa, troca dicas… isso é muito bom!

#6 Já viveu algum fato importante por causa do blog?

Sim! A nível pessoal eu-comigo-mesma, como já contei, tenho treinado bastante minha escrita. Acredito que eu tenha melhorado minha capacidade de analisar filmes também e isso é muito importante pra minha vida acadêmica.

E, como também já comentei, conheci pessoas super super super legais que espero não perder o contato!

#7 De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?

 Da minha vida mesmo, das minhas pequenas grandes paixões. Das coisas que eu gosto, das coisas que eu não gosto. Das minhas descobertas e das redescobertas.

#8 O que você tem aprendido a nível pessoal e profissional esse ano?

Tenho aprendido que a gente vive num mundo louco, que as pessoas estão ensandecidas e com pressa o tempo inteiro. Todo mundo quer chegar primeiro que você, quer saber mais que você, quer ganhar mais que você. Parecem cavalos usando antolhos, não olham pro lado, nem pra trás. Tá dureza.

#9 Qual é sua frase favorita?

Gente, desculpa, mas esse negócio de frase é muito aquele quadro de entrevistas que tinha no Planeta Xuxa, lembram, haha? Mas enfim, não tenho frases de vida… não que eu me lembre.

Mas eu tenho mais mania de colecionar frases de livros, de filmes e tal, só porque achei bonitas ou tiveram algum significado no momento. Uma que me marcou recentemente foi “Da primavera, o amanhecer”, que é a primeira frase do primeiro capítulo de O Livro do Travesseiro, que estou lendo. Adoro a primavera e as manhãs estão especialmente bonitas e tem me feito muito bem esses dias.

#10 Qual conselho você daria para quem está começando agora no mundo do blogs?

Vai lá, faz e pronto. Se der certo, deu, se você gostar, ótimo, se outras pessoas gostarem também, super legal e se der errado, tudo bem! Beijos e vida que segue. Agora, se você quer se você quer ter blog pra ficar ryka e virar it girl, não tenho nada pra falar, sorry.

#11 O que os blogs que você vai indicar tem em comum?

São escritos por pessoas legais, com boas ideias e boas intenções! <3

A regra é indicar outros 11 blogs e avisá-los da indicação. Mas muita gente que eu conheço já respondeu e na verdade não tenho certeza se alguns desses também já fizeram a tag. Acho que ainda não. Mas vamos lá, os indicados são:

Eu suspiro

Crítica Retrô

Diários de um piquenique

Blog da Talita

Como livros, bebo séries

Garotas Rosa Choque

Pedrinha

Mulher Vitrola

Realidades Utópicas

Expresso pra dois