Uma xícara de chá, por favor: bolo de Earl Grey

Sim, amigos, eu prometi e cumpri! Na verdade, mais pra mim do que pra vocês, haha! Sou meio fail da cozinha e acabo esquecendo das receitas que eu quero testar. Mas na semana passada resolvi tirar do papel o bolo de Earl Grey que eu estava querendo fazer há meses!

_MG_8464

A receita não é exclusiva minha, ela já existe há muito tempo. O que eu fiz foi pesquisar várias para comparar as medidas e modos de preparo. Ainda não tenho um feeling pra cozinha e gosto de ter uma receita guia.

Enfim, receitas de bolos são todas iguais e ao mesmo tempo todas diferentes. As medidas dos ingredientes variam, mas, no final das contas, fiz um mix de algumas e essa é a minha versão de bolo de Earl Grey!

Você vai precisar de:

  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 1 colher de sopa de fermento
  • 4 colheres de sopa de manteiga
  • 3 ovos
  • 3 colheres de sobremesa de Earl Grey (+- o referente à 3 sachês de chá)
  • 1 1/2 xícara de leite

Modo de preparo:

  • Coloque todo o leite e as folhas de Earl Grey em um recipiente e leve ao fogo até ferver, como se fosse fazer chá normalmente. Deixe ferver por apenas alguns segundos e desligue o fogo. É importante fazer essa etapa pelo menos uns 20 minutos antes de começar a massa do bolo, pois o leite precisa esfriar e ficar em temperatura ambiente. Nesse meio tempo, não precisa coar. Quanto mais as folhas ficarem no leite, mais forte o gosto do chá. Reserve.
  • Separe gemas e claras. Bata as claras em neve e reserve.
  • Na batedeira – ou na mão, para quem aguenta – misture a manteiga, o açúcar e as gemas até tudo ficar bem cremoso.
  • Depois, vá acrescentando alternadamente a farinha e o leite (já coado). Quando estiverem bem misturados, coloque o fermento e aproximadamente uma colher de sobremesa das folhas de earl grey que estavam no leite.
  • Tire a massa da batedeira e acrescente as claras em neve delicadamente misturando à mão (isso contribui para a fofura do bolo!)
  • Finalmente, coloque a mistura numa forma untada e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos. Esse tempo pode variar de fogão pra fogão, mas é só fazer aquele teste do palitinho.

_MG_8463

_MG_8470

Quem é experiente na cozinha deve ter notado que a receita é bem tranquila. É um bolo simples em que o leite é saborizado com o earl grey. Então se você tem sua própria receita de bolo simples, é só acrescentar as folhas do chá no leite que ele vira bolo de earl grey e fica tudo certo!

Mas enfim, com essa receita aí garanto que vai ficar bom! O cheiro de earl grey durante a preparação e depois que o bolo está pronto é maravilhoso e o gosto ficou super delicado. Como comentei no outro post, o earl grey tem um sabor meio cítrico e ao mesmo tempo um pouco doce por causa da bergamota, mas o bolo não ficou com gosto exagerado ou enjoativo. Ficou bem suave.

A massa ficou com um tom dourado muito bonito e esses pontinhos escuros são as folhas do chá. Ela ficou tãaao fofinha que o Dudu achou que eu devia fazer um gif para mostrar, haha!

 photo MVI_3974_zpszxsgar1l.gif

Veredito final: Nível da receita: muito fácil. Quantas estrelinhas merece: todas! Adorei demais e vou fazer de novo, com certeza. Da próxima vez quero testar fazer também uma calda de earl grey pra jogar no meio do bolo!

É isso, minha gente! Não deixando queimar, é só alegria! Se alguém resolver se aventurar e testar a receita, me contem! Mandem fotos, marquem com #umacadeiraporfavor! Qualquer dúvida, é só perguntar.

Espero que tenham gostado! <3

Saia da cadeira, por favor: bolo de batata-doce!

O tempo aqui em JF tá completamente louco. Um dia faz sol de rachar, no outro chove e faz frio. Impossível, não dá pra planejar nada direito. Hoje, por exemplo, tá frio, chuvoso e querendo abrir sol ao mesmo tempo, então achei que seria uma boa trazer mais uma receita na sessão Saia da cadeira, por favor! : )

Não sei vocês, mas sempre que eu quero inventar moda na cozinha – o que acontece muito raramente, porque não sou boa nisso, hahaha – prefiro deixar para o fim de semana. Além de ter mais tempo, fico com coisas gostosas de comer para o resto da semana. Mas a receita de hoje é tão fácil e rápida, que rola de fazer em qualquer dia tranquilamente.

bolo3

A delícia de hoje é o bolo de batata-doce fit! Eu sempre ODIEI batata-doce, mas descobri tantas receitas com esse tubérculo docinho e esquisito e acabei me rendendo.

Mais uma vez, a receita é do instagram da @adrifreitag. Aqui vão os ingredientes:

– Aproximadamente 100g batata-doce

– 4 claras

– 1 ovo

– Adoçante (geralmente uso o Tal e qual. Pode colocar açúcar, mas a receita é fit, né gente? haha)

– Canela, essência de baunilha e coisinhas do tipo a gosto.

– 1 colher de chá de fermento

Eu fiz assim: bati tudo no liquidificador (as batatas já estavam cozidas) e depois misturei o fermento. Só isso! Bem simples mesmo. Levei ao forno numa forma de silicone. A @adrifreitag sugeriu vinte minutos de forno, mas ainda estava molenga quando fui tirar, então, deixei mais uns 10 minutos. Eu recomendo meia-hora.

bolo2

bolo1

Como vocês podem ver na foto, ele ficou fininho mesmo e não ficou com textura de bolo fofo. Não sei se alguma coisa saiu errado ou se é assim mesmo. De qualquer forma, ficou uma delícia! Minha forma tem mais ou menos 20cm e achei que rendeu bem. Comi vários dias antes de ir malhar. E dá pra colocar cobertura também, é só ser criativo! Eu comi com a nutella fake, que durou muuuito tempo também. A combinação ficou ótima, mas não dá pra abusar, né?

Para quem não sabe, a batata-doce é considerada um “carboidrato do bem” e é muito recomendada pra quem faz atividades físicas. Masss, não sou especialista no assunto, então não vou ficar dando informação torta aqui, hahaha. Procurem no google, tem muita coisa escrita sobre isso.

Vale a pena experimentar, gente! Se alguém se aventurar a fazer, conta o resultado aqui! : )

Saia da cadeira, por favor: nutella fake!

Já tem algum tempo que eu estava pra lançar essa sessão no blog. Mas hoje levei um empurrão de algumas pessoas no instagram, então resolvi começar, haha! A verdade é que tava em dúvida se criava essa sessão mesmo ou não. Porque a ideia era ter um espaço reservado no blog só pra falar sobre, digamos, “coisas fit”, haha. Mas isso meio que tá virando uma modinha e sempre que alguma coisa vira moda, eu desanimo de fazer. Só que isso faz parte da minha vida, então vira e mexe eu quero postar alguma receita por aqui.

Mas vamos começar pelo começo. Eu malho desde os 18 anos. Eu já fui bem gordinha e insatisfeita com isso, então passei muito tempo lutando pra perder peso. Eu consegui, fiquei com um corpo mais ou menos legal, mas esse ano eu to super, hiper, mega feliz com os resultados. Mudei muito em cinco meses e tudo por causa da alimentação \o/ Juro, gente. Não adianta correr que nem louca na esteira e comer toneladas de carboidrato. É dinheiro jogado fora.

Massss… eu não sou a louca da academia. Meu sonho não é ter 0% de gordura e ver os six pack brotando no meu abdomen. Isso demanada super tempo, dedicação e, principalmente, $$$. Eu tomo whey protein pra dar uma ajudada no pós-treino, mas não posso ficar fazendo receitas com wheys de vários sabores porque não sou ryka, então me viro com outras coisas.

Quando eu falo que mudei minha alimentação, foi pra algo super simples: tento comer menos carboidrato (massas, pães, biscoito, arroz e etc) e mais proteína durante o dia, além de tentar comer menos açúcar e gordura. E não como porcarias dia de semana também. Eu amo batata-frita, pizza, brigadeiro e tal e no fds não deixo de comer de jeito nenhum. Também não fico levando marmita com minha comida especial pra restaurante porque acho isso um pouco deprimente. Enfim… cada qual com seu cada qual.

Mas o mais legal dessa minha mudança na alimentação foi que eu descobri que dá pra comer MUITAS comidas gostosas e doces com as receitas desse mundo maromba, hahaha! De verdade mesmo, tem coisas que nem imaginava que existiam e que ficavam tão boas e que agora não consigo abandonar de jeito nenhum!

Então, pra lançar a sessão Saia da cadeira, por favor! vou deixar pra vocês a super receita de nutella fake que eu peguei no instagram da linda e simpática @adrifreitag! É delicioso! Dá pra comer de manhã com frutas, com torradinhas, colocar como cobertura e sobremesa. Eu geralmente gosto de comer esse tipo de comida antes de ir pra academia, no café da manhã, com frutas e tal.

nutellafake

Receita original da Adri:

– 1 pudim Royal zero

– 1 colher de cacau em pó

– Leite desnatado

– 80g de avelãs (sem casca e assadas no forno por 10 minutos)

– Whey protein

Como fazer: preparar o pudim normalmente, só que com menos da metade da quantidade de leite que vem escrito nas instruções do pudim. Ele vai virar um creminho. Depois disso, bater no liquidificador com o cacau e com whey. Triturar as avelãs e misturar tudo. Só isso! : D

Agora, dicas importantes:

1. O whey é opcional, gente! Fica gostoso sem ele também, afinal, é chocolate, haha!

2. Avelã é meio caro e nem sempre tem em qualquer supermercado. Claro que é o ingrediente especial da nutella de verdade, mas dá pra substituir tranquilamente por qualquer outra castanha e até por amendoim torrado e moído, que fica uma delícia!

3. Sugiro colocar o cacau aos poucos e ir experimentando. Achei que coloquei demais no meu e o gosto ficou meio forte. Tentei consertar colocando mais leite, mas acabou desandando um pouco e ficando molenga ;/ Então, vá devagar!

É gostoso de verdade, super doce e não fica pesado se você fizer com leite desnatado e cacau zero! Eu só fiz uma vez e vou aprimorar nas próximas. Se alguém se aventurar a fazer em casa, conta aqui depois! Se você tiver alguma sugestão ou fizer alguma modificação, deixa aqui também ou no meu instagram pra gente ir trocando figurinhas!

Espero que curtam essa nova sessão! Au revoir!