Uma xícara de chá, por favor (ou aloka dos chás)!

Essa é, oficialmente, a semana dos chás aqui no blog! E também oficialmente estou inaugurando essa nova coluna em que vou falar sobre uma das coisas que eu mais gosto nesse mundo!

Tem exatamente 4 anos que eu comecei a tomar chá. Eu era dessas que falava que não gostava, mas que nunca tinha provado. Olha que bobinha eu era. Até que quando fui pra Argentina, acho que influenciada pelo namorado que não tinha nada contra chás e também por causa da necessidade de nos mantermos aquecidos, entramos na onda de comprar chás. Camomila com mel era quase obrigação antes de dormir!

Fora que fui super receptiva com o costume de tomar mate que eles tem por lá, então acabei me acostumando e gostando.

meus chás 7

Enquanto estávamos lá, fizemos amizade com a Laura, uma intercambista da Alemanha. Sempre que ela ia no nosso apartamento pra bater papo e comer algo, ela tomava chá preto com leite. Eu nunca tinha imaginado essa mistura e acabei amando! Em uma dessas visitas, ela recomendou que eu comprasse o English Breakfast porque ficava ainda melhor. E estava totalmente certa.

E foi assim que começou essa história de amor que hoje se tornou obsessão, haha! Mentira, gente, não é pra tanto. Eu só queria muito poder provar todos os sabores de chás, então quando encontro um que não conheço, quero comprar! E é assim que estou ficando sem espaço no meu armário pra guardar todos eles – mostrei nessa foto no instagram.

meus chás 2

meus chás 1

meus chás 3

Enfim, como sei que muitos de vocês também gostam, resolvi começar essa série sobre chás aqui no blog.

Nessas fotos estão todos os chás que tenho em casa hoje. Eu gosto bastante de experimentar sabores e misturas diferentes, mas aqui nunca pode faltar camomila, mate e chá preto basicão. Um pra relaxar, um pra acordar e outro pra tomar com leite, haha!

Também não tenho preconceito e nem preferências de marcas, até porque aqui em JF sinto que o mercado de chás não é tão grande. Compro mais pela exoticidade do sabor e por causa da embalagem. Sim, também sou aloka das latinhas, fazer o que. Mas por exemplo, a camomila do Chá Leão é tão boa quanto a do Twinings. Nesse caso, é o bolso que manda. Fora que ainda podemos comprar a granel, o que abre ainda mais possibilidades.

Hoje não vou me aprofundar na conversa, mas pretendo fazer posts mais específicos sobre meus chás preferidos, os mais exóticos, os superestimados e os mais sem graça.

Também estou me interessando por pesquisar a procedência das ervas, de onde vem os melhores chás, receitas de outros países, outras que eu criei, etc e aos poucos vou dividindo isso tudo com vocês por aqui!

meus chás 4

meus chás 5

Por hoje é só. Mas aceito sugestões de pautas pra essa sessão, viu?

Gostaria que essa coluna fosse mais uma conversa entre mim e vocês que também gostam dessa bebida maravilhosa. Aliás, gente, boa companhia, bom ambiente e boa conversa fazem toda a diferença na hora de comer/beber, né? Então sintam-se à vontade pra fazerem parte desse meu outro cantinho!