Noite de chuva

Vocês lembram daquela série que comecei a fazer chamada Filmes de aluguel? Pois é, ela ainda existe e vou continuar postando por lá filminhos aleatórios sobre coisas que acontecem no nosso dia-a-dia, sem temas muito bem definidos, o que der vontade de fazer mesmo.

Essas imagens do vídeo de hoje são de janeiro desse ano. Quando resolvi editá-las esses dias, não imaginei que iriam coincidir com esse tempinho frio e chuvoso que apareceu de repente. Que preguiça, né, gente? Não dá vontade de colocar nem o nariz pra fora da janela!

(E um super obrigada pelas mensagens de feliz aniversário ontem! Vocês são pessoas muito queridas mesmo!)

Anúncios

Coisas aleatórias numa manhã de sábado #4

1. Não sei se vocês também estão achando isso, mas esse final de ano está parecendo mais conturbado do que o normal para as pessoas. Pelo menos para a maioria das pessoas que eu conheço. Todo mundo meio que deu uma sumida ou está na correria querendo que os trabalhos acabem… Êta fim de 2014 que não chega!

2. A partir da semana que vem vou voltar com a frequencia normal de posts por aqui também. Não por obrigação, nem nada, mas gosto de manter o ritmo. Até porque é também um momento mais descontraído em comparação com a formalidade da dissertação que preciso manter, então me faz bem.

3. Comecei a fazer uma listinha dos melhores e piores filmes de 2014, mas tá difícil! Queria também fazer uma lista-meta para o ano que vem, mas não sei se devo. Acho que acaba aparecendo mais um monte de filmes legais no caminho e os da lista acabam ficando pra trás.

4. Esse é o Filme de Aluguel de ontem e, provavelmente, é o que mais gostei até agora.

Bom sábado, gente!

Uma homenagem

O Filme de Aluguel de hoje é uma singela homenagem à minha avó Cleusa, que nos deixou ontem. Se existe realmente algo parecido com o que imaginamos que seja o céu, ela partiu desse planeta direto pra lá. Ela era a pessoa mais doce, mais gentil e bondosa que conheci. É com muita alegria que ficamos sabendo que ela poderia doar alguns órgãos, apesar da idade. É muito bom saber que um pedacinho dela ainda vai viver e trazer felicidade pra outras pessoas também.

A morte é um ritual meio temido pela maioria de nós, né? Mas por outro lado é também um momento bonito em que amigos e familiares se reúnem e compartilham as boas lembranças. Então, nesses últimos dias acabei ficando imersa nas memórias, lembrando de momentos bons, vendo fotos e vídeos antigos… Mas enfim, não quis expor ninguém, principalmente num vídeo para o youtube, então encontrei esse trecho em que só eu apareço.

E eu não poderia deixar de compartilhar esse acontecimento aqui no blog. A vida é feita de filmes bons, de coisas bonitas, de pessoas interessantes, mas também é feita desses momentos duros e crus e não nos resta outra saída a não ser encará-los.